O que conheci e o que queria ter conhecido em Aruba

Eu geralmente gosto detalhar cada lugarzinho que eu passo, como já faz alguns anos que fui para o Caribe vou ter que falar de forma genérica sobre o que eu conheci e sobre os lugares onde eu queria ter ido em Aruba e Curação, afinal a minha memória não é uma das melhores. A minha primeira parada foi em Aruba, e é sobre esse pequeno país com menos de 40 Km de exenteração que irei falar aqui hoje.

Aruba faz parte do ABC caribenho (Aruba, Bonaire e Curaçao) e além de belas praias, a ilha é repleta de enormes resorts que oferecem todo o luxo e conforto que alguém possa querer usufruir. Embora a ilha seja a cara da riqueza não é disso que vamos falar aqui, afinal a minha viagem foi estilo mochilão e pra mochilão um pão com salame é luxo.

Malucocamarote

Quando eu decidi viajar pra fora do país eu estava aberto a várias possibilidades, procurava um lugar que fosse quente, que eu pudesse aproveitar bem a natureza e que estivesse dentro das minhas condições financeira é claro. Nesse período surgiu uma promoção de passagem para Aruba, dei uma olhada nas fotos do lugar, me apaixonei e comprei a passagem logo de cara com medo de perder a promoção. Eu também tinha bem menos experiencia como viajante e deixei assuntos importantes meio de lado, a maior parte do tempo eu ficava pensando onde ir e o que fazer por la mas assuntos como hospedagem e meio de locomoção foram deixados pra ser resolvidos em cima da hora. Na minha cabeça não seria complicado reservar um hostel e alugar um veículo caso necessário.

tumblr_n7j04izms21telqo9o1_500

Deixei a questão da hospedagem pra resolver umas duas semanas antes da viagem e não conseguia encontrar nada que coubesse dentro do meu orçamento, os poucos hostel e pousadas da ilha estavam reservados e uma diária nos hotéis por la custavam o preço da minha passagem. Eu já estava cogitando a ideia de levar uma barraca pra não ter que dormir no relento até que eu acabei descobrindo o site Airbnb em que você pode alugar um quarto de uma casa (ou a casa inteira) por preços bem camaradas. Eu também era bem capiau e não confiava “nesse negócio de internet”, tinha medo de parar em uma casa em que as pessoas fossem roubar meus rins pra vender no mercado negro, mas pelo airbnb é possivel conversar com o anfitrião e ver depoimentos de outras pessoas que se hospedaram na casa, tudo isso me deu confiança para fechar o negócio.

Airbnb abrindo a minha mente!

No fim das contas se hospedar na casa de uma família local foi uma das melhores experiencias que eu poderia ter tido, a anfitriã era super atenciosa e me deu ótimas dicas do que fazer e de onde ir.

A casa ficava perto do aeroporto e longe de tudo. Embora Aruba tenha poucos Km de extensão as coisas ficam longe uma das outras e não tem nada de interessante pra se ver no caminho, então se você pretende conhecer a ilha de ponta a ponta é bom alugar um veiculo com antecedência (antes de ir pra la), pelo menos por dois dias.

O QUE EU FIZ POR LA

Eu cheguei de madrugada em Aruba e a coisa mais perto da casa onde eu estava era o aeroporto, por isso o meu primeiro passeio foi no Aeroporto que estava em reforma. O café de la se chama 14 Bis, provavelmente é de algum Brasileiro. Uma dica interessante que eu posso dar é que em Aruba não se vende chip de celular em qualquer lugar como no Brasil, para não perder tempo tendo que ir na loja compre o chip no stand do aeroporto e poupe o seu tempo.

Confira como foi essa viagem no site e no canal do Moverat.Post:https://goo.gl/0FErHhVídeo:https://goo.gl/dtJMYs

Opslået af Moverat på 23. oktober 2016

Qualquer pedaço de areia que encontra o mar naquela ilha é paradisíaco. Eu me lembro que a primeira coisa que fiz quando desembarquei no centro da cidade foi tentar encontrar o mar, o lugar onde eu parei não era um dos melhores mas mesmo assim fiquei fascinado com a cor daquela água!

A primeira vista do Caribe a gente nunca esquece # umdiaeuvolto #aruba #thehappyisland

A photo posted by Renan Francisco de Melo (@renan.fm) on

As praias mais famosas da ilha é a Eagle Beach e a Palm Beach. Nessas regiões os grandes hotéis ficam na areia da praia e tem bastante atrações e passeios por la. Algumas praias fazem parte da propriedade do hotel, mas isso não significa que você não possa usá-las, em algumas você deve pagar uma taxa de no máximo U$ 5,00 que te da direito a usar cadeira, guarda-sol, banheiro e em algumas até toalha, tudo cinco estrelas.

Confira como foi essa viagem no site e no canal do Moverat.Post:https://goo.gl/0FErHhVídeo:https://goo.gl/dtJMYs

Opslået af Moverat på 23. oktober 2016

Outra praia que eu fui é a Surfside Beach, essa praia fica no final da pista de pouso do aeroporto e é bem pouco conhecida pelos turistas, o público que circula por la é o pessoal que mora na ilha mesmo, essa com certeza foi a praia que eu mais gostei de ir e foi a praia que eu mais circulei durante os dias que fiquei por la.

Além das praias, Aruba tem um centro (Oranjestade) muito charmoso e agradável de se passear. Por la você vai encontrar grandes cassinos, lojas, bares e restaurantes. Para andar todo o bairro não demora nem uma hora, outra forma ainda mais rápida de conhecer a região é através de bondinho que pode ser pego gratuitamente.

Confira como foi essa viagem no site e no canal do Moverat.Post:https://goo.gl/0FErHhVídeo:https://goo.gl/dtJMYs

Opslået af Moverat på 23. oktober 2016

Aruba tem vária atrações e passeios pagos para se fazer, o que eu fiz era o mais barato foi o Jolly Pirat, onde a gente embarca em um barco Pirata e faz três paradas. Em cada parada tem uma atividade diferente, não vou contar quais são elas para não perder a graça do passeio. A única coisa ruim desse dia foi que no local onde eu comprei o ingresso ouve um erro de comunicação e eu tinha entendido que havia open bar e open food no passeio. Como bom mão de vaca que sou deixei de almoçar pra se entupir de comida no barco, eis que quando estou em alto mar descubro que o “open food” era de umas bolachas de água e sal.

4

Como eu dependia de transporte público e o lugar onde eu estava era longe da parte “agitada” eu acabei saindo apenas uma noite com a anfitriã da casa onde eu estava. Fomos em um Karaokê que ficava em cima de um Pier muito legal, mesmo de noite dava pra ver os peixes onde a luz batia na água. Eu dei uma volta pela rua dos bares de Palm Beach e achei tudo meio morto, conversei com duas brasileiras que me falaram que o Karaokê era o lugar mais cheio que elas tinham ido até então.

COISAS QUE DEIXEI DE FAZER EM ARUBA

Eu fui um pouco ingenuo e deixei de ver muita coisa que poderia ter visto em Aruba. Se eu tivesse me esforçado e pesquisado um pouco mais poderia ter conhecido outras coisas. O lugar que mais me da aflição de não ter ido foram as piscinas naturais de Conchi. Para chegar até la só era possivel de veiculo 4X4 ou com passeio de cavalo. Eu não tinha um 4X4 e muito meno um cavalo mas poderia arriscar ir andando e tentar conseguir uma carona pelo caminho.

Outro passeio legal que podia ter feito de ônibus era conhecer o bairro (cidade) de São Nicolas, que ficava aproximadamente 15 Km da onde eu estava. Esse bairro guarda as tradições locais de Aruba sendo totalmente diferente da imagem que os hoteis do outro lado da ilha (que eu conheci) passam.

Um passeio que eu realmente estava impedido de ir por falta de dinheiro era conhecer a Palm Island. Na ilha há um parque aquático e muita atividade interessantes para se fazer, como por exemplo esse mergulho da foto abaixo.

Além desses passeio há várias coisas a serem exploradas na ilha da qual eu não consegui conhecer. Eu fico um pouco mal de pensar na quantidade de coisas que poderia ter feito por la mas por outro lado eu fiquei muito satisfeito de ter conhecido o que conheci em Aruba. Ter deixado de ver algumas coisas só me faz lembrar que eu ainda tenho que voltar para aproveitar mais dessa ilha maravilhosa que ganhou meu coração. Caso você queira ver melhor como foi a minha viagem, assista o vídeo aqui embaixo:

 

One thought on “O que conheci e o que queria ter conhecido em Aruba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *