Salto São Francisco – Prudentópolis

Definitivamente, o Salto São Francisco pode ser considerado o rei das cachoeiras em Prudentópolis. Como 196 metros de altura, o São Francisco é considerado o 5ª maior salto do Brasil e fica localizado na serra da boa esperança em uma tripse divisa dos municípios de Guarapuava, Turvo e Prudentópolis. Chegar até la saindo de Prudentópolis não é uma tarefa fácil mesmos aos acostumados com estradas de chão, 14 Km de asfalto e mais 35 Km de muito barro (ou lama se estiver chovendo).

Slået op af MoveratTirsdag den 13. november 2018

Já dei essa dica em outros posts e não quero desmotivar ninguém a conhecer os saltos em Prudentópolis, mas as chances de um carro atolar em alguns trechos são enormes, PRINCIPALMENTE no caminho para o salto São Francisco. Mas pra tudo na vida tem um jeito, é possível ir até Guarapuava e de la ir até o salto. Eu sou péssimo pra ficar dando referencias de como chegar em algum lugar, por isso eu resolvi colocar o mapa indicativo dos dois caminhos nesse post:

Latitude: -25.0651129 | Longitude: -51.297776

Caminho por Prudentópolis
Caminho por Prudentópolis
Caminho por Guarapuava
Caminho por Guarapuava

O salto fica dentro do Parque Municipal São Francisco da Esperança administrado por Guarapuava onde tem um posto de cadastramento (bem simbólico), banheiro, lanchonete e churrasqueira. O parque fica aberto das 8h às 17h30.

Chegamos no parque debaixo de muita chuva, mas depois de 2h na estrada o mínimo que a gente podia fazer era encarar a água e ir ver o salto. A trilha do topo do salto é relativamente curta, nela o visitante conhece uma cachoeira menor batizada de Salto dos Cavalheiros. Mais a frente o visitante chega ao topo do salto São Francisco onde consegue ver a queda d’ água pela parte superior da cachoeira e também tem uma vista panorâmica da serra da boa esperança. Continuando a trilha se chega a uma outra parte do mirante onde é possível ver o salto por completo. Para conhecer o parque nesta ordem você deve começar a trilha pelo parquinho. Nos tivemos muito azar porque além de esta chovendo a neblina bloqueava toda a paisagem do primeiro mirante. Tivemos que ter paciência para a neblina passar e poder ver o salto.

Confira algumas fotos do maior salto do Paraná:https://goo.gl/VYefht

Slået op af MoveratTirsdag den 13. november 2018

O salto São Francisco é tão grande que a água vira névoa antes de cair no chão, não era o caso no dia. Parte do grupo queria conhecer a base da cachoeira, a outra parte queria descansar e voltar seco pra casa, eu resolvi me molhar e ver o que tinha la embaixo. Mesmo sabendo que iríamos demorar 5h para voltar, uma parte do povo resolveu ficar dormindo no carro e não quis encarar a aventura com a gente.

tumblr_m8yqo4Qfyi1ql5yr7o1_r1_400

Comecei a trilha alegre, feliz e contente porque a trilha era bem aberta e não tinha muitos obstáculos, essa impressão foi mudando conforme íamos descendo até a base do salto. Andamos, andamos e andamos até chegar no rio, nessa parte eu estava convencido de que seria difícil chegar até la. A previsão de caminhada é de 2h, até essa etapa tínhamos caminhado apenas 1h. Chegando no rio você deve seguir no sentido oposto da correnteza e ir se baseando pelas marcações nas arvores. Essa é a hora mais radical do passeio onde os obstáculos são mais difíceis. Durante essa parte encontramos um grupo que havia desistido. Nós fomos perseverantes e continuamos, afinal todo o caminho que fizemos de carro para chegar até la tinha que valer a pena.

Slået op af MoveratTirsdag den 13. november 2018

Finalmente chegamos na base do salto, um pouco antes de chegar sabíamos que estávamos perto pela quantidade de água que caia sob nós. A névoa que sai da cachoeira é muito forte (parecia que entramos na ducha do posto), mas todo esforço para chegar até la valeu a pena.

Caso você queira ver em detalhes como foi a nossa visita no salto São Francisco, confira o vídeo abaixo e se inscreva no canal Moverat para ver onde serão as próximas aventuras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *